UA-84155756-1

MULTIPLICA DIGITAL – QUEM SÃO AS 10 FARMACÊUTICAS COM MELHOR POSICIONAMENTO NAS MÍDIAS DIGITAIS?

By: | Tags: | Comments: 0 | setembro 9th, 2020

Quem são as 10 farmacêuticas com melhor posicionamento nas mídias digitais?

Quem são as 10 farmacêuticas com melhor posicionamento nas mídias digitais

Um estudo conduzido pela Zeeng, plataforma especializada no monitoramento de marcas, indicou as dez indústrias farmacêuticas que melhor se posicionam no mundo digital e nas redes sociais no País. O levantamento envolveu 40 companhias e foi produzido com exclusividade para o Panorama Farmacêutico.

A pesquisa levou em conta mais de 11 mil posts e notícias dessas companhias divulgados no período de 20 de maio a 20 de agosto. As redes sociais receberam peso 4 na avaliação, enquanto o conteúdo noticioso e o marketing digital têm, respectivamente, as notas máximas 3,5 e 2,5.

Ativo social

Os dez laboratórios mais bem avaliados contam com um expressivo volume de 4,2 milhões de seguidores. No entanto, chama a atenção a baixa diversidade de fãs por mídia social, já que o Facebook concentra mais de 90% desse total (3,8 milhões). Somente a Bayer detém 70,92% desse ativo, com 3 milhões de seguidores. Os focos das redes sociais da companhia são a divulgação institucional e a divisão farmacêutica. A divisão agro, embora tenha alguns conteúdos publicados, aparece em menor escala e conta com páginas específicas.

GSK e EMS completam o pódio e somam 610 mil fãs. As demais sete indústrias representam apenas 14%.

Seguidores nas redes sociais por indústria

Total: 4,2 milhões

Pontuação total das redes

Nota máxima: 10

Tráfego e rejeição

Além de serem as três melhores em número de seguidores, Bayer, GSK e EMS destacam-se no engajamento digital. Juntamente com a Janssen e a Merck, elas registram 31,4% de tráfego médio em seus portais a partir de mecanismos de pesquisa, contra 22,1% da média geral. Cada internauta permanece 3:06 minutos nos sites dessas cinco farmacêuticas, 40 segundos a mais em comparação à média total.

Notícias na web e volume de postagens

Aché, Bayer, GSK, Pfizer e Sanofi são as campeãs em volumes de notícias espontâneas na web, com 1.863 inserções cada – índice acima da média de 1,1 mil notícias no cômputo geral.

Os dez laboratórios publicaram mais de 1,4 mil posts no período, sendo que 57% das publicações ficaram a cargo de Eurofarma (19,85%), Aché (18,82%) e Pfizer (18,65%). Cerca de metade das inserções foi veiculada no Facebook, enquanto o Instagram foi o canal de 35% das postagens.

Top posts geral + Facebook

Os seis posts com mais engajamento estão no Facebook e cinco deles são de autoria da Janssen. “As duas postagens campeãs de audiência aproximaram-se de 60 mil reações. A Janssen teve o mérito de ir além das simples orientações relacionadas à prevenção da Covid-19. A empresa aproveitou o contexto para homenagear os profissionais de saúde no Dia do Hospital e idealizou uma bem-sucedida série de podcasts com dicas sobre saúde mental”, comenta o CEO Eduardo Prange. Além da Janssen, a Novartis destacou-se no Facebook por um vídeo alertando sobre atrofia muscular espinhal (AME) em bebês.

Top posts – Instagram

“Com 290 mil seguidores, o Instagram consolidou-se como o canal para notícias mais factuais sobre a Covid-19”, ressalta Prange. Quatro posts estão relacionados a vacinas. Mas a maior audiência ficou com a Pfizer, que divulgou uma nota para desmentir a informação de que o governo dos Estados Unidos teria reservado toda a cota de vacinas que a indústria estava testando. O post foi veiculado no fim de julho e foi o único a superar a marca de 1 mil curtidas.

Top posts – Twitter

Com apenas 7,1 mil seguidores, o Twitter vem sendo ignorado por praticamente todo o setor. Apenas a Eurofarma e a Pfizer utilizaram essa rede no período analisado. A Eurofarma responde pelos seis principais tweets e teve a preocupação de diversificar os temas, ao tratar de Covid-19, dar dicas contra o tabagismo e estimular a mobilização do público em um prêmio de inovação. Mas com exceção de uma veiculação, todas não ultrapassam dez curtidas.

Top posts – YouTube

YT

O YouTube das dez indústrias farmacêuticas corresponde a apenas 3% da audiência. Porém, é mais explorado do que o Twitter e apresenta melhores resultados de engajamento. O vídeo que ganhou mais acessos foi produzido pela Janssen e abordava a psoríase. A Pfizer alcançou quatro posições de destaque, transmitindo mensagens motivacionais ou divulgando eventos como uma live em tributo a Cazuza.

Engajamento por hora

Os horários nobres de publicação acompanham a rotina dos profissionais da indústria, com mais repercussão entre 10 e 16h nos dias da semana. Aos sábados, o envolvimento é predominante às 8h.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

You must be logged in to post a comment.