UA-84155756-1

MULTIPLICA DIGITAL – RESPONSOGRAMA E ORGANOGRAMA NA GESTÃO DE PESSOAS

By: | Tags: | Comments: 0 | junho 16th, 2021

responsograma

Responsograma e organograma na gestão de pessoas

Ferramentas como o responsograma e o organograma melhoram a gestão de pessoas dentro da sua farmácia!

Gerir um empreendimento passa por diversas etapas, na qual cada uma delas tem extrema importância para que os resultados sejam alcançados. Dessa forma, algumas ferramentas, como o organograma e o responsograma, podem ser usadas para tornar a gestão de pessoas ainda mais eficiente.

Aplicar estratégias é fundamental para que a sua farmácia tenha resultados consistentes e duradouros. Pensando nisso, hoje vamos explicar um pouco mais sobre como realizar essa gestão dos colaboradores utilizando ferramentas que auxiliem no processo.

A importância de investir na gestão de pessoas

O momento da contratação dos funcionários é um dos mais importantes no início de um empreendimento. No caso de uma drogaria, é necessário avaliar as competências técnicas e comportamentais de cada colaborador que será contratado. A gestão de pessoas atua para motivar o indivíduo a se desenvolver, de forma que ele impacte positivamente no crescimento da empresa.

Além disso, também é preciso deixar claro para o funcionário quais são suas funções, as expectativas que a empresa deposita nele e como definir formas de extrair o máximo do potencial que ele possui. E é exatamente aí que entram em cena ferramentas como o organograma e o responsograma.

Compreendendo o Organograma

O organograma é o esqueleto de uma empresa e uma parte essencial para estruturar uma organização. É por meio dele, que serão definidas as responsabilidades de toda a equipe e seus limites, assim como trazer transparência para a estrutura organizacional.

Inclusive, é por meio dele que uma farmácia consegue representar, de forma gráfica, toda a sua organização administrativa, os diferentes cargos e a relação hierárquica entre eles. Por fim, o organograma ainda nos ajuda a entender o fluxo de uma farmácia, incluindo cada departamento que ela possui.

Para montar o organograma, primeiramente é preciso mapear os cargos e funções de todos os colaboradores da sua farmácia. Em seguida, basta identificar os níveis de hierarquia de cada cargo e optar por um modelo que mais se adeque as suas necessidades. Veja abaixo alguns dos principais tipos:

Vertical

É o modelo mais utilizado atualmente, organizando os cargos e funções em forma de gráfico, de cima para baixo. Assim, quanto mais alto o cargo na empresa, mais acima o colaborador estará.

Funcional

Semelhante ao modelo vertical, o organograma funcional também é feito em forma de gráfico, porém aqui são apresentadas as funções e não os departamentos.

Horizontal

Assim como o modelo vertical, aqui também é feita uma organização por cargos, só que no formato horizontal.

Circular

Finalmente, no modelo circular a hierarquia é apresentada em formato radial, no qual as lideranças ficam no centro e as demais nas camadas extras.

Como funciona o responsograma

O responsograma é uma ferramenta que traz uma descrição detalhada sobre cada função que os colaboradores possuem na farmácia. Dessa forma, ele considera quais são as principais atividades/responsabilidades que eles terão que realizar no dia a dia.

Vale lembrar que, ao definir o responsograma do colaborador, é extremamente importante ser transparente. Isso o ajudará a compreender suas entregas, as expectativas que a empresa tem sobre ele e como ele poderá evoluir na hierarquia da farmácia.

Para montar um responsograma, é preciso se atentar em alguns pontos essenciais que ele deve conter:

  • Responsabilidades do colaborador;
  • Principais atividades;
  • Requisitos exigidos;
  • Diferenciais;
  • Preparo técnico e comportamental.

O papel do gestor no desenvolvimento da equipe

Um dos pontos que mais impedem o compartilhamento de aprendizado em uma farmácia é a falta de apoio da gerência. Ou seja, quando um gestor não valoriza ou não contribui com ações que promovem a integração, a equipe tende a acumular atividades sem realmente se desenvolver.

Aposte na valorização e na capacitação dos colaboradores, identificando os pontos de melhoria de cada um. Por fim, vale mencionar algo muito importante: treinamento de pessoas gera efetividade para empresa, além de aumentar a motivação, o comprometimento e o desempenho do trabalho em equipe.

Fonte: Marketing Farmarcas

You must be logged in to post a comment.