UA-84155756-1

MULTIPLICA DIGITAL – NOVA LEI AMPLIA VACINAÇÃO EM FARMÁCIAS

By: | Tags: | Comments: 0 | março 17th, 2021

Nova lei amplia vacinação em farmácias

Nova lei amplia vacinação em farmácias

A nova Lei nº 14.125, sancionada pelo governo e publicada no último dia 10 de março no Diário Oficial da União, abre um importante caminho para que o varejo farmacêutico se torne um canal de vacinação contra a Covid-19 e outras doenças.

A norma é a mesma que possibilita a compra de imunizantes pela iniciativa privada. E por meio de uma ação liderada pela Abrafarma, o texto da legislação também definiu que qualquer estabelecimento de saúde com sala para aplicação de injetáveis está apto a ministrar vacinas. Até então, essa possibilidade estava restrita a farmácias com espaços exclusivos de imunização, seguindo a determinação da RDC nº 197 da Anvisa.

“Nos empenhamos pessoalmente em incluir essa emenda, por entendermos a situação de emergência que vive o país em razão da pandemia. A aprovação da Lei garante um precedente importante para as farmácias apoiarem não apenas o governo federal e os estados no plano de vacinação em massa, como também prestar serviço para as empresas que adquirirem doses”, ressalta Sérgio Mena Barreto, CEO da Abrafarma.

Plano de vacinação no varejo farmacêutico

Barreto também avalia que essa mudança traz ainda mais relevância para o programa de vacinação desenvolvido pela Abrafarma e proposto no fim do ano passado ao Ministério da Saúde. O plano previa o uso de 4.632 lojas das 26 redes de farmácias associadas à entidade, sem custo para a população e para o governo. “Acreditamos que esse número possa crescer até 70%. Além disso, podemos contribuir de forma mais abrangente para preservar o calendário nacional de imunização contra outras doenças, desafogando a rede pública de saúde”, comenta.

A entidade ainda aguarda uma sinalização do Ministério, mas demonstra confiança em uma resposta positiva. “Temos atualmente um problema de oferta de imunizantes no Brasil. Mas acreditamos que esse gargalo será superado, o que dará condições para o governo massificar a vacinação contra a Covid-19”, observa. Segundo Barreto, o grande varejo farmacêutico teria condições de atender mais de 2,2 milhões de pessoas por semana.

Aplicativo para agendamento

Como parte do plano da Abrafarma, a imunização ocorreria das 9 às 18h, com uma hora de intervalo para almoço e mediante agendamento prévio. A entidade, inclusive, iniciou o desenvolvimento de um aplicativo para marcação dos horários. “Nossa ideia é assegurar um modelo centralizado de agendamento, o que viabiliza a realização de campanhas públicas em conjunto e representa um importante instrumento de comunicação com a população”, finaliza.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

You must be logged in to post a comment.