UA-84155756-1

MULTIPLICA DIGITAL – COMO AS FARMÁCIAS PODEM EXPLORAR A BLACK FRIDAY?

By: | Tags: | Comments: 0 | novembro 5th, 2020

Realizamos, na Connect Shopper, uma pesquisa inédita sobre as expectativas de consumo para a próxima Black Friday.

No estudo, denominado Black Friday Connect, fizemos uma sondagem declaratória com 1.720 consumidores realizada pela internet e, nela, ficou evidenciado que 39% dos consumidores têm intenção de realizar compras na próxima Black Friday.

Mas ainda existe uma parcela significativa dos shoppers indecisa: 35% não sabem se irão ou não fazer compras na próxima Black Friday. Além disso, 26% dos consumidores afirmaram que “não vão comprar nada”. Destes, a principal razão da não compra (72%) é o fato de não acreditarem nas promoções e ofertas, e inclusive houve citações de propaganda enganosa (a chamada “black fraude”).

Assim, a pesquisa deixa claro que há um grande desafio para os varejistas desenvolverem ações para resgatar a confiança dos consumidores e assim conseguirem vender ainda mais no período.

Apesar de boa parte dos consumidores afirmarem “intensão” de comprar no período da Black Friday, eles se manifestaram cautelosos ao ir às compras, sobretudo pela insegurança sobre os próximos meses.

A pesquisa Black Friday Connect apontou que 78% dos consumidores estão inseguros e ansiosos em relação à sua situação econômica. Citam, principalmente, o endividamento e o receio da perda de emprego.

Mas, por outro lado, houve manifestação na pesquisa de atitudes de consumo consciente. Dos shoppers que se mostraram propensos a comprar, a maioria (80%) disse que irá priorizar marcas que deram uma contribuição verdadeira à sociedade, em relação a pandemia, e, também, que irá dar preferência de comprar às marcas nacionais, para apoiar a reativação econômica do País.

Entre os itens mais desejados de serem consumidos durante a próxima Black Friday estão, em primeiro lugar, as Roupas e os Smartphones, empatados em desejo de compra. Em segundo lugar, ficaram os itens Eletrônicos.

Em terceiro lugar, os Calçados; e, em quarto lugar, como mais citados: Eletrodomésticos e Produtos de Beleza (Perfumaria e Maquiagem).

E é justamente com os produtos envolvendo o universo de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPC) que as farmácias devem explorar, seja nas lojas físicas ou no ambiente digital. As dicas para ter bons resultados com a data são:

• Negocie preços diferenciados com a indústria e outros fornecedores, já que, de modo geral, o shopper que busca compra nessa data valoriza as oportunidades de compra;
• Explore kits presenteáveis, que valorizem bom custo x benefício;
• Explorar exposição destes itens para que fiquem visíveis;
• Crie ações nas redes sociais ou site da loja destacando estes produtos;
• Caso tenha soluções de Gestão de Relacionamento com o Cliente (CRM), aproveite o contato direto com o consumidor para realizar promoções direcionadas.

Fonte: Guia da Farmácia

You must be logged in to post a comment.