UA-84155756-1

MULTIPLICA DIGITAL – A LOJA PERFEITA PARA O PÚBLICO CERTO

By: | Tags: | Comments: 0 | junho 24th, 2022

A loja perfeita para o público certo

loja-perfeita

Entenda as diferenças entre os termos farmácia, drogaria, drugstore, modelo tradicional e popular

As diferenças entre farmácias, drogarias, drugstores, além de modelo tradicional e popular, são dúvidas comuns para muitas pessoas. Isso porque muitas querem investir na área e não sabem a diferença entre os termos.

Então, saber disso é fundamental para planejar e saber atuar no varejo farmacêutico com eficiência, escolhendo o mobiliário correto para cada tipo diferente.

Drogaria: compreende somente o comércio de medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, em suas embalagens originais.

Farmácia: além de exercer as mesmas funções da drogaria, também podem realizar a manipulação de medicamentos. A farmácia precisa então de um laboratório, adequado para preparar as fórmulas receitadas pelos profissionais de saúde prescritores, como os médicos, dentistas e veterinários.

Modelo popular: estratégia de negócios mais voltada para o atendimento diferenciado e a prestação de serviços. Vende todos os tipos de medicamentos, além de uma grande variedade de dermocosméticos e produtos de higiene e beleza. Costuma ter horário de atendimento reduzido para reduzir custos operacionais e não há serviços farmacêuticos. Não costuma ter check-out, para não ter custos com funcionários destinados apenas ao caixa, sendo o próprio atendente quem faz a cobrança no balcão. Isso também é positivo por conta de a loja ter mais espaço para exposição de produtos.

Modelo tradicional: o principal foco são os preços, onde são trabalhados os melhores valores da região. Vende todos os tipos de medicamentos, mas tem mais foco nos genéricos. Há serviços farmacêuticos, além de delivery, e costuma funcionar 24h, focando o atendimento à prestação de serviço. Costuma existir um setor exclusivo para a cobrança das compras na drogaria, sendo o “caixa” separado do balcão de atendimento. Se você trabalha nesse modelo, é importante posicionar produtos estratégicos no mobiliário da fila e nos do caixa para as compras por impulso.

Drugstore: o foco está na conveniência. Assim como as drogarias, não possuem manipulação e comercializam os medicamentos em suas embalagens originais, porém oferecem uma diversidade enorme de produtos não medicamentosos, passando pelos artigos de higiene e beleza, assim como alimentos, bebidas, brinquedos e até mesmo itens de pet shop. Tentam criar nos clientes uma percepção de que lá, tudo se encontra.

Porém, é importante lembrar que independentemente do modelo que você escolha investir, apostar no mobiliário correto para cada público alvo é essencial para tirar o melhor da exposição de produtos na sua loja, entregando mais opções ao consumidor e aumentando o tíquete médio e as vendas.

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: Shutterstock

You must be logged in to post a comment.